Fotocoagulação a laser

Fotocoagulação a laser 2021-02-02T11:30:11-04:00

A fotocoagulação (laser térmico) foi a primeira modalidade descrita para o tratamento da retinopatia diabética proliferativa. Diversos tipos de LASER, como xenônio, criptônio, argônio, diodo vermelho e diodo verde podem ser empregados para este tratamento. Estudos mostram o benefício do tratamento precoce da retinopatia diabética proliferativa e do edema de mácula por meio de fotocoagulação a LASER.

Novas tecnologias de fotocoagulação a LASER buscam realizar um tratamento que permita o desenvolvimento de resposta regeneradora de fotorreceptores e do epitélio pigmentado da retina (EPR) através da mínima perda de células.

Além da retinopatia diabética, a fotocoagulação de retina a LASER também pode ser empregada no tratamento de oclusões venosas da retina, roturas de retina e descolamento de retina, entre outras condições.

Open chat